Perderam de novo! Justiça mantém eleição e garante posse de Oberdan no comando do SINTASP

A tentativa do grupo do PT de manter o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da Microrregião de Coelho Neto – SINTASP teve mais uma derrota neste sábado (19).

Curiosamente a decisão vem após uma entrevista do candidato a presidente da Chapa 01 Osmar Aguiar a uma rádio local, em que este acreditava que retornaria ao comando da entidade. Sem aceitar a derrrota no voto, eles ingressaram na justiça para tentar judicializar a disputa e foi a própria justiça que tomou a decisão final.

Em despacho do Mandado de Segurança Cível interposto pelo ainda presidente da entidade Paulo Bezerra Lima Júnior, a desembargadora revogou a decisão que havia tomado outrora e que garante a posse de Oberdan Lopes no comando da entidade.

“EX POSITIS, em juizo de retratação, REVOGO a liminar concedida em sede de Mandado de Segurança, para determinar que ficam mantidas todas as deliberações da Assembleia Geral do dia 23/11/2020, bem como todos os atos dela decorrentes, incluive a eleição sindical”.

Além de sacramentar a escolha dos associados e manter a entidade sob o comando de quem de fato venceu a eleição, a decisão judicial representa uma vitória dos advogados Dr. Antonio Francisco Lopes, Dr. Jardel Seles de Souza, Dr Thiago Jeferson Machado e Dr. José Francisco Silva que atuaram no recurso.

O VENCEDOR

Após uma bonita campanha que mobilizou grande parte da categoria na eleição mais disputada da história, o professor Oberdan Lopes tomará posse como presidente do SINTASP.

Oberdan foi um servidor atuante, que no desgoverno do PT atuou por várias vezes em defesa dos servidores. Sua ascenção como candidato foi meteórica, a disputa tomou proporção municipal e a vitória foi celebrada pela cidade como um todo, com a vitória comemorada em praça pública.

O jovem servidor assumirá com o desafio de apagar a mancha dos quase quatro anos em que a entidade funcionou como um puxadinho do Executivo, chegando ao ponto de ter seu presidente ser afastado por envolvimento em convocação de uma assembleia fraudulenta denunciada por esse blog.

Fonte: Portal Gaditas