O mês de outubro, conhecido como Outubro Rosa, é o mês em que campanhas são intensificadas para destacar que no combate ao câncer de mama

Nos primeiros dias de outubro a arte educadora Silvana Lopes comemorou aniversário, coincidentemente, é o mês de conscientização, prevenção e combate ao câncer de mama. Nos últimos dois anos Silvana celebrou a vida como nunca. Silvana, 50 anos, está curada do câncer de mama.

A história de Silvana, que eu vou detalhar em seguida, é uma história de superação. Ela, que no mesmo instante em que se divorciava de um casamento de mais de duas décadas, recebeu o diagnóstico de câncer e teve que esquecer a dor da separação e lutar como nunca pela vida. E venceu. “Em julho de 2018 fiz o preventivo de rotina e fui diagnosticada com câncer de mama. Como eu costumava fazer o preventivo regularmente, desde os 40 anos, o resultado foi como uma bomba, pois já estava passando por um momento difícil com o divórcio, depois de um casamento de 22 anos. Com o emocional muito abalado, o diagnóstico da doença só piorou meu estado emocional. Depois do susto, do medo e das incertezas que estavam por vir, confiei em Deus, exercitei a minha fé e comecei a jornada do tratamento. Fiz a cirurgia, depois segui com quimioterapia e radioterapia que duraram longos 7 meses. Para honra e glória de Deus passei por esse deserto com o apoio da família (minhas filhas Sabrina e Sofia estiveram em todos os momentos comigo), amigos e irmãos da Igreja. Como Deus foi bom comigo!!  Não suportaria passar por esse deserto sozinha”, agradece Silvana.

Em julho de 2018 fiz o preventivo de rotina e fui diagnosticada com câncer de mama. Como eu costumava fazer o preventivo regularmente, desde os 40 anos, o resultado foi como uma bomba, pois já estava passando por um momento difícil com o divórcio, depois de um casamento de 22 anos

O caso de Silvana só pode ser contado com alegria porque ela descobriu a doença muito cedo, pois fazia o preventivo regularmente. O câncer de mama pode ser detectado em fases iniciais, assim como ocorreu com Silvana, em grande parte dos casos, aumentando assim a possibilidade de tratamentos menos agressivos e com taxas de sucesso satisfatórias. Mulheres, independentemente da idade, devem ser estimuladas a conhecer seu corpo para saber o que é e o que não é normal em suas mamas. A maior parte dos cânceres de mama é descoberta por elas próprias.

O mês de outubro, conhecido como Outubro Rosa, é o mês em que campanhas são intensificadas para destacar que no combate ao câncer de mama é fundamental perceber os sinais do corpo e buscar atendimento com profissional de saúde. “Hoje eu estou fazendo hormonioterapia e exames periodicamente. Para as mulheres que estão em tratamento, eu digo que é difícil, mas passa o  deserto e vem a bonança. Estamos em outubro, mas qualquer tempo é tempo de se prevenir. Para Glória de Deus, por ter sido diagnosticada no início, hoje eu estou contando a minha história”, disse Silvana.

Prevenção e sintomas

Segundo especialistas, cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis como a prática de atividade física, alimentação saudável, por exemplo.

O sintoma mais comum de câncer de mama é o aparecimento de nódulo, geralmente indolor, duro e irregular, mas há tumores que são de consistência branda, globosos e bem definidos. Outros sinais de câncer de mama são edema cutâneo semelhante à casca de laranja; retração cutânea; dor, inversão do mamilo, hiperemia, descamação ou ulceração do mamilo; e secreção papilar, especialmente quando é unilateral e espontânea. A secreção associada ao câncer geralmente é transparente, podendo ser rosada ou avermelhada devido à presença de glóbulos vermelhos. Podem também surgir linfonodos palpáveis na axila.

O câncer de mama é o mais incidente em mulheres no mundo, representando 24,2% do total de casos em 2018, com aproximadamente 2,1 milhão de casos novos. É a quinta causa de morte por câncer em geral (626.679 óbitos) e a causa mais frequente de morte por câncer em mulheres.

No Brasil, excluídos os tumores de pele não melanoma, o câncer de mama também é o mais incidente em mulheres de todas as regiões. Para o ano de 2020 foram estimados 66.280 casos novos, o que representa uma taxa de incidência de 43,74 casos por 100.000 mulheres. No  Maranhão, novos casos  podem chegar a 890. O percentual dessas doenças dentre os tipos de neoplasias no estado chega a 20,64 % com respeito à mama feminina. Na capital, a estimativa do INCA é de 330 novos casos.

A incidência do câncer de mama tende a crescer progressivamente a partir dos 40 anos, assim como a mortalidade por essa neoplasia.  Na população feminina abaixo de 40 anos, ocorrem menos de 10 óbitos a cada 100 mil mulheres, enquanto na faixa etária a partir de 60 anos o risco é 10 vezes maior.

5 mil exames de mamografia

O lançamento oficial da campanha de combate ao câncer de mama do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), aconteceu ontem, quarta-feira, 7, simultaneamente em todas as unidades de saúde de gestão da SES. Assim, o governo  expandiu as consultas com mastologista e exames de mamografia. A estimativa é realizar 6,5 mil atendimentos nas unidades da capital e interior.

Durante este mês serão oferecidas cerca 1,5 mil consultas com médico mastologista e mais de 5 mil exames de mamografia nas cidades de São Luís, Imperatriz, Caxias, Chapadinha e Pinheiro. As mamografias serão agendadas sem encaminhamento médico desde que a mulher esteja na faixa etária para rastreamento, que é de 40 a 69 anos. Já no agendamento das consultas com mastologista é necessário o encaminhamento médico. “Embora ofereçamos habitualmente os serviços de diagnóstico do câncer de mama nas nossas Policlínicas e Hospitais, a Campanha Outubro Rosa é de extrema importância por sensibilizar a sociedade, que busque o atendimento de modo preventivo. Se o câncer for detectado previamente a chance de cura chega a 90%”, disse o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula explica.

Para realizar o agendamento nas unidades da capital, o usuário pode utilizar os seguintes canais: o Disque Saúde, através do número (98) 3190-9091; uma das quatro unidades do Procon/Viva (Shopping da Ilha, Golden Shopping, Pátio Norte Shopping e Beira Mar); através do Aplicativo do Procon MA; ou no site do Procon, no endereço www.procon.ma.gov.br.

Embora ofereçamos habitualmente os serviços de diagnóstico do câncer de mama nas nossas Policlínicas e Hospitais, a Campanha Outubro Rosa é de extrema importância por sensibilizar a sociedade, que busque o atendimento de modo preventivo

Em todos os canais de agendamento é necessário ter o RG e o cartão SUS em mãos. O atendimento nas unidades do interior será encaminhado pelas Regionais de Saúde e Secretarias Municipais de Saúde para atendimentos de consultas, bem como exames.